Brasil em grau especulativo

brasil_-_reproducao

 

Hoje dia 24/02/2016, a Moody´s, uma das três principais agencias de classificação de risco do mundo, rebaixou em dois degraus a nota do Brasil, assim acompanhando a decisão da Standard & Poors que já tinha rebaixado um nível em setembro e a Fitch que rebaixou em dezembro, na semana passa da Standard & Poors voltou a rebaixar mais um nível e colocando o país em uma perspectiva negativa.

O mercado não se surpreendeu muito, esse rebaixamento já era esperado, o principal índice brasileiro veio precificando com seguidas quedas, hoje o IBOV cai, porém impulsionado pela forte queda no preço do petróleo e a falta de um acordo para reduzir a produção mundial, o que seguraria o preço da commoditie ajudando principalmente os pequenos produtores e os emergentes.

O grande impacto causado por esse rebaixamento é a falta de credibilidade para investidores estrangeiros que buscam uma diversificação no Brasil, estamos agora oficialmente pelas três agencias em grau especulativo, o país se torna alvo de grandes ganhos ou grandes perdas, não trazendo segurança e afastando os investidores conservadores que acreditam no país.

Lutamos muito para atingir o “investment grade”, e teremos que lutar ainda mais para voltar a esse nível, o cenário politico e econômico não ajudará e as agencias já sinalizaram que os próximos três anos serão de muita dificuldade, infelizmente, por irresponsabilidade de quem nos governa, perdemos uma bela oportunidade, mais uma vez, o Brasil como o país do futuro, ficará no futuro!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.