Fluxo de caixa para MEI: por que fazer um bom fluxo de caixa?

fluxo-de-caixa-para-mei-por-que-fazer-um-bom-fluxo-de-caixa.jpeg

 

Assim como acontece com as médias e grandes corporações, o fluxo de caixa para MEI é uma importante ferramenta de controle financeiro. Por meio desse instrumento, é possível acompanhar o crescimento da empresa e as movimentações (entradas, saídas e receitas).

No entanto, microempreendedores individuais deixam a administração do fluxo de caixa de lado por acreditarem que esse tipo de negócio não requer tal acompanhamento — o que é um erro. Atitudes como não monitorar o caixa, não organizá-lo e não ter certeza nas previsões podem comprometer seriamente suas finanças.

Pensando nisso, reunimos algumas dicas de como realizar um bom fluxo de caixa para você que é MEI. Continue a leitura e confira!

Registre e categorize todas as suas informações financeiras

Manter um bom fluxo de caixa é um dos segredos para o sucesso de um negócio. Para tanto, o primeiro passo é conhecer tudo o que entra e sai, ou seja, toda e qualquer movimentação que aconteça.

Não importa o valor que foi recebido ou pago: por menor que seja, ele deve ser registrado. Assim, você conhecerá não só o andamento da empresa, mas sua saúde financeira. Então, organize todas as suas contas para evitar desperdiçar dinheiro em coisas desnecessárias e poder economizar sempre que possível.

O indicado é separar e organizar tudo em categorias, como as contas de água ou luz, as despesas e os demais gastos necessários para que você exerça sua atividade. Assim, será possível saber de onde seus rendimentos estão vindo e para onde os recursos são direcionados.

Especificidades do MEI

Sabemos que, para o MEI, é mais difícil separar as contas pessoais daquelas que são referentes ao negócio. Principalmente por se tratar de um microempreendimento, o trabalho é, muitas vezes, feito em casa.

No entanto, para que você saiba separar as duas questões e possa ter um bom fluxo de caixa, tente diferenciar os dois fatores o máximo possível (tendo uma conta bancária de MEI e assim por diante). Dessa maneira, haverá um melhor controle das finanças domésticas e empresariais.

Mantenha o caixa em constante atualização

Para controlar qualquer quesito, é preciso manter-se atualizado sobre as informações que rondam aquele assunto, não é mesmo? Sendo assim, tudo precisa ser contabilizado, sejam pontos bons, como o lucro, ou coisas ruins, a exemplo das possíveis dívidas.

Fazer um acompanhamento diário das movimentações pode reduzir prejuízos e erros graves. Além disso, tal iniciativa auxilia no seu planejamento de melhorias e investimentos. Consequentemente, você terá mais tempo para prever e impedir situações prejudiciais, como um pedido maior do que pode pagar ao seu fornecedor.

Então, mesmo que tenha comprado uma caneta ou desembolsado apenas R$ 2,00 com algum material, anote! Para tanto, indicamos que você tenha sempre em mãos uma planilha de controle financeiro, já que essa é uma ferramenta fácil e segura de ser usada, além de permitir uma personalização de acordo com as características e necessidades da sua empresa.

Gerencie e planeje o estoque

Controlar, gerenciar e planejar o estoque são tarefas que envolvem o monitoramento de toda a sua reserva de produtos ou materiais. Tais itens devem ser mantidos em uma quantidade que garanta sua demanda e sustente o fluxo de atividades sem que haja excessos ou prejuízos.

Esse controle em microempreendimentos permite, além do funcionamento adequado, um fluxo de caixa para MEI bem definido (por meio da gestão de entradas e saídas). Com isso, você poderá prever as compras de que precisa sem ficar com o estoque parado ou produtos em falta.

Portanto, controlar sua reserva é uma importante atitude e fonte de informações para que você tenha conhecimento do que precisa comprar e possa suprir as necessidades do negócio. Tudo isso permite saber como incluir tais gastos no seu fluxo de caixa sem prejudicá-lo.

Pense em curto e longo prazo

As projeções são as metas e os objetivos que você estabelece e espera da sua empresa para que, assim, ela cresça. Quando o fluxo de caixa para MEI é bem projetado, controlado e planejado, torna-se viável estipular projetos e melhorias para um período.

Para tanto, avalie e planeje projeções de curto prazo, que podem ser preparadas dentro de um mês e a longo prazo, devendo ser avaliadas no final do ano. Ao término de cada período, pondere se os objetivos foram alcançados (caso não tenham sido, estude o motivo) e o que pode ser melhorado.

Contudo, é extremamente importante pensar em curto e longo prazo, mas com os pés no chão, de maneira realista e que esteja de acordo com o tamanho, as características e as necessidades do seu negócio. Afinal, caso invista mais do que pode, pode ter prejuízos, mas, se fizer menos melhorias do que precisa, terá o crescimento prejudicado e ficará frustrado.

Estude e avalie todo o contexto antes de tomar qualquer decisão

Seja para as projeções que citamos acima ou para qualquer outro tipo de decisão que for tomar (e que influencie no negócio), é preciso pensar, estudar e, ainda, consultar suas atuais condições.

O fluxo de caixa é uma ferramenta que serve para planejar o futuro do seu empreendimento e acompanhar todas as suas movimentações financeiras diariamente. Assim, você terá uma base sólida de informações para tomar qualquer tipo de atitude, seja para aproveitar oportunidades que surgirem, investir no crescimento da empresa ou adotar estratégias que visem conquistar novos clientes e mercados.

Sendo assim, tenha o fluxo de caixa para MEI como uma verdadeira bússola que guiará suas decisões. Adotando-o, você evitará prejuízos, calotes ou desfalques, detectando situações que possam prejudicar seu lucro e orçamento.

O fluxo de caixa para MEI é essencial ao monitoramento de tudo o que acontece no seu negócio. No entanto, muitos micro e informais empresários ainda deixam essa ferramenta de lado, o que é fortemente prejudicial. Então, comece a praticar as dicas acima o quanto antes e veja como terá um melhor controle sobre suas finanças.

Para saber mais sobre como ter sucesso no seu microempreendimento, siga nossas páginas nas redes sociais e fique por dentro de nossas dicas e novidades. Estamos no FacebookLinkedIn e Google +!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.