Marketing digital: como aplicar na startup

 

Marketing digital é um dos termos mais populares da atualidade. Apresentado como uma alternativa mais precisa e eficiente do que o tradicional, traz resultados melhores e maior satisfação para quem investe nele.

Por conta das radicais mudanças ocorridas no comportamento das pessoas nos últimos anos, velhas táticas de marketing já não são mais tão eficientes. Paralelamente, startups costumam ter pouco tempo e recursos para investir em estratégias robustas. Essas condições fazem com que o marketing digital seja a escolha perfeita para esse tipo de empresa se destacar.

No entanto, é preciso adotar a estratégia adequada para acertar nesse meio. Afinal, uma abordagem errada terá o efeito oposto do desejado. O segredo para obter os melhores resultados está em escolher os canais corretos e seguir os 8 Ps de Conrado Adolpho. Para ajudar você nisso, vamos explicar esses conceitos, abaixo.

Por que trabalhar com o marketing digital?

Cada vez mais a publicidade tradicional se torna ineficiente. Com uma mudança substancial no comportamento das pessoas, elas se acostumaram a ignorar propagandas, como comerciais de TV e anúncios de revistas. Táticas de marketing focadas em ir atrás do público e interrompê-lo com insistência para trazer destaque às vantagens dos seus produtos e serviços não é mais garantia de sucesso. O que fazer, então?

O marketing digital conta com possibilidades bastantes atraentes para quem quer trabalhar com uma publicidade eficiente. Em vez de insistir em canais ineficientes, você pode maximizar o seu potencial utilizando os benefícios do marketing digital.

Graças a toda a tecnologia envolvida nele, o marketing digital consegue entregar resultados melhores e muito mais precisos. Pela primeira vez, as marcas podem ter completo conhecimento sobre cada pessoa impactada por sua mensagem, não precisando mais se basear em previsões imprecisas.

A tecnologia por trás do ambiente digital, também, permite direcionar sua publicidade para segmentos específicos do público. Graças a esse poder de direcionamento, você consegue levar seu produto para fatias da audiência até, então, inatingíveis. Que tal exibir seu anúncio apenas para mulheres grávidas? Ou para casais que têm o hábito de viajar para a Disney?

Quais são os 8 Ps do marketing digital?

Considerado um dos principais autores da área de marketing digital no Brasil, Conrado Adolpho desenvolveu o conceito dos “8 Ps”: pesquisa, planejamento, produção, publicação, promoção, propagação, personalização e precisão.

Cada um desses termos representa uma etapa essencial para se criar, conduzir e adaptar adequadamente uma iniciativa no ambiente digital. Nenhuma campanha consegue obter bons resultados se esses passos não forem seguidos.

Tudo precisa sempre começar com uma pesquisa. É ela que vai determinar onde deverão ser concentrados os seus esforços, além de dar todas as informações necessárias para compor sua campanha. Com isso, você pode partir para o estágio de planejamento, ponto no qual são definidos quais serão os seus canais de atuação, investimento e abordagem.

Na etapa de produção, são realizados todos os elementos necessários para colocar em prática o que foi planejado no estágio anterior, tanto os conteúdos de sites e redes sociais quanto o material para mídia. O próximo passo é a publicação, em que esses itens vão ao ar conforme considerado estratégico. Eles se tornam mais acessíveis e disponíveis para um público maior, após a etapa de promoção.

A partir daí, começa o estágio da propagação, na qual, o fator viral se torna responsável por instigar seu compartilhamento. Quanto mais da sua audiência é atingida por aquele material, maior exposição a marca conquista. É muito importante lembrar da personalização, que significa adaptar o conteúdo para fatias do público específicas e maximizar seu potencial de identificação.

A mensuração de resultados é essencial em qualquer campanha de marketing digital e é para isso que a etapa de precisão existe. Ao saber o que deu certo e o que deu errado, você consegue realizar os ajustes necessários em tempo real para otimizar sua performance.

Quais canais de marketing devem ser explorados?

O marketing digital possui um grande potencial para ajudar qualquer tipo de negócio, pois conta com diversos canais disponíveis. Isso significa que uma startup pode obter muito sucesso com envios estratégicos de e-mail marketing, posts impulsionados nas redes sociais ou publicações aprofundadas em um blog especializado. Usar esses três meios pode ser bem mais eficiente do que optar por apenas um.

Durante um dos Ps descritos anteriormente, na etapa de planejamento, você deve levar em consideração os hábitos do público-alvo da sua startup e as suas características para encontrar os canais ideais para atuar. Lembre-se: por mais que você possa investir em mais de um canal paralelamente, isso somente deve ser feito se eles tiverem identificação com a sua audiência.

Além disso, é importante manter uma regularidade saudável nas publicações desses canais. De nada adianta começar uma página nas redes sociais e não a alimentar de conteúdo ou deixar seus disparos de e-mail marketing se tornarem cada vez mais raros. Ainda na etapa de planejamento, é essencial designar uma periodicidade adequada para cada canal.

Como medir os resultados disso tudo?

O último P de Conrado Adolpho é um dos mais importantes e certamente aquele que possui controle sobre todos os outros. Para uma startup saber se as suas iniciativas de marketing digital estão dando certo, é necessário mensurar dados de performance. Isso significa ficar de olho em alguns números que conseguem atestar o seu sucesso ou fracasso.

Um dos indicadores que devem ser acompanhados é a taxa de conversão. Ela diz respeito a quantas pessoas desempenharam a ação que você desejava por meio do anúncio. Se o objetivo era direcionar público para um produto, por exemplo, a taxa de conversão mostra quantas pessoas o compraram a partir da sua publicidade digital.

Tendo controle sobre a receita gerada pelos acessos ao seu site a partir do marketing digital, você também pode calcular o seu ROI. Trata-se do retorno que você obtém sobre o investimento feito nos seus canais digitais, capaz de mostrar se as suas iniciativas estão trazendo benefícios ou não.

Crie o hábito de gerar relatórios periódicos desses indicadores para manter um acompanhamento da saúde das campanhas da sua startup. Caso algum índice esteja abaixo do ideal, aí entra outro benefício do marketing digital: a possibilidade de realizar correções de rota no meio de uma campanha. Se você perceber que ajustes são necessários, eles podem ser feitos no momento certo.

Startups precisam respirar inovação para se destacarem e proporcionarem bons serviços aos seus clientes. O marketing digital está intimamente ligado a isso, já que oferece os melhores resultados com um custo bem menor do que o tradicional, além de estar alinhado com as últimas tendências da comunicação mundial. Além disso, os seus concorrentes, certamente, já estão aproveitando os benefícios do marketing digital, então cuidado para não ficar para trás.

Este conteúdo te ajudou? Então espalhe mais conhecimento para a sua rede de amigos. Compartilhe este post nas suas redes sociais!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.