Marketing digital para autônomos: tudo o que você precisa saber

marketing-digital-para-autonomos-tudo-o-que-voce-precisa-saber.jpeg

Introdução

Profissionais autônomos muitas vezes se veem em um dilema: não têm a estrutura de marketing de uma grande empresa, mas também não têm o potencial de divulgação local que uma pequena empresa dispõe. Muitos desejam usar ferramentas de marketing digital, mas não sabem exatamente como fazê-lo. Outros ainda não descobriram o potencial que os canais digitais têm quando o assunto é divulgar um negócio.

Independentemente de você trabalhar como advogado, contador, nutricionista, profissional da beleza, artesão ou qualquer outra função como autônomo, saiba que existem muitas possibilidades de maximizar os seus ganhos por meio do marketing digital. É necessário ampliar seus horizontes sobre essa percepção e colocar dicas simples em prática.

Está disposto a começar a desbravar esse mundo a partir de agora? Então continue lendo esse material!

1. Por que investir em marketing digital?

Pense em como você e os profissionais mais experientes do seu ramo de atuação divulgavam a sua atividade há mais de 20 anos. Talvez você se lembrará dos famosos anúncios em jornais, do telemarketing, do eficiente boca a boca e das indicações de outros profissionais. Certamente, nesse tempo, a internet não era a potência que é nos dias de hoje.

Para se ter uma ideia, no ano passado, 59% dos lares do perímetro urbano contavam com internet, de acordo com a 12ª edição da pesquisa TIC Domicílios 2016, que mede a posse, o uso, o acesso e os hábitos da população brasileira em relação às tecnologias de informação e de comunicação (TIC). Nas áreas rurais, esse número cai para 26% das residências.

Esses dados querem dizer alguma coisa para você? Para o mercado consumidor de forma geral, eles dizem que é preciso pensar em estratégias que considerem essa nova realidade.

Outro dado impressionante está relacionado ao crescimento do uso de smartphones no Brasil. De acordo com a 27ª Pesquisa Anual de Administração e Uso de Tecnologia da Informação nas Empresas, realizada pela Fundação Getúlio Vargas de São Paulo, também em 2016, o número de smartphones em uso no país chegou a 168 milhões. As estimativas mostram que, em 2018, serão mais de 236 milhões.

Na verdade, esses números só comprovam aquilo que nós já percebemos no dia a dia. As pessoas estão conectadas ao celular a todo tempo: no transporte público, nas ruas, na fila do banco, nos restaurantes, no trabalho, em suas casas. Elas usam o aparelho para as mais diversas tarefas como conferir uma notícia, marcar um dentista, verificar a previsão do tempo, pesquisar uma receita etc.

Em virtude dessa presença tão marcante da tecnologia na vida da população é que os profissionais autônomos precisam ampliar suas possibilidades de captação de clientes por meio do marketing digital. E é preciso agir rápido, pois os seus concorrentes já descobriram isso e estão faturando muito mais!

2. Confira 8 dicas de marketing digital para autônomos

Descubra onde seus clientes estão

Antes de começar a pensar em mil possibilidades para atrair mais clientes, é preciso saber onde os seus consumidores e potenciais clientes estão. As plataformas digitais são muitas, mas cada perfil de consumidor tem preferência por algumas específicas.

Por exemplo, no mercado de beleza é mais efetivo usar meios digitais que favoreçam o uso da imagen na divulgação do trabalho. O apelo visual para os clientes que consomem esses serviços tem grande importância na decisão de compra. Plataformas como o Instagram, Pinterest e até o Facebook costumam atrair muitos clientes porque possibilitam explorar bem esse recurso.

Outro levantamento importante é saber onde os clientes buscam informações sobre o seu negócio. Você vai perceber que não será possível investir em todos os canais de comunicação. Portanto, escolha um ou dois para ser dedicar verdadeiramente e confirme se são mesmo utilizados pelos seus clientes.

Durante o atendimento, comece a levantar essas informações e verifique qual canal poderia ser útil para eles. Fique atendo: pode ser que esteja na hora de construir um site profissional.

Construa seus canais

Depois de verificar quais os canais relevantes para a sua clientela, é hora de começar a investir nesses meios de comunicação, que podem ser um site, um blog ou um perfil profissional nas mídias sociais. O importante é que isso seja feito de forma bastante profissional. Tenha um padrão de ação estabelecido para cada canal.

Há serviços e sites que oferecem templates (modelos predefinidos) gratuitos, mas se você sentir a necessidade de algo mais personalizado, contrate um profissional que possa construir essa ferramenta e criar uma identidade visual relacionada ao seu negócio. Em alguns casos, ele também poderá ajudar com as instruções elementares sobre cada ferramenta escolhida.

Ofereça conteúdo relevante

O que vai fazer com que os clientes encontrem você será o tipo de conteúdo oferecido nos seus canais de comunicação. Essa é a base do marketing digital para autônomos: mostre porque as pessoas devem procurar esses canais para se informarem sobre algo que elas precisam e converta essa informação em vendas.

Por exemplo, se você é um contador, deve saber das principais mudanças na declaração do Imposto de Renda todo ano. Use os seus canais para divulgar essas informações nas redes e faça com que o seu conteúdo seja útil e interessante.

Você pode ter uma post na sua página do Facebook com o seguinte título: “Confira as principais mudanças na declaração do IR deste ano”. Ao clicar no conteúdo, as pessoas são conduzidas ao seu blog ou site para ter mais informações e suas informações de contato.

Na área jurídica, também é possível oferecer conteúdos sobre as dúvidas mais frequentes da população em relação aos mais variados assuntos. Se você atua na área trabalhista, as reformas trabalhista e da previdência foram um “prato cheio” para a produção de posts sobre esse tema. Ofereça informação ao seu cliente e faça com que ele procure você.

Tenha uma presença frequente nas redes

Não basta criar os canais e deixá-los com a mesma informação por semanas. Se você deseja implementar marketing digital, é preciso ter uma presença frequente nos canais que você escolheu como prioritários. Confira quais são os “horários nobres” de cada ferramenta e procure postar conteúdos nesses horários.

É importante sempre relacionar esse conteúdo com o contexto do mercado ou do próprio cliente. Se você presta serviços na área de nutrição, pode aproveitar alguma dieta que está sendo muito divulgada para esclarecer os pontos técnicos sobre ela, usando sempre pesquisas científicas para embasá-las.

Nesse contexto, é bom aproveitar as palavras-chave mais frequentes nas pesquisas do Google para ajudar a melhorar também a visibilidade de seu site ou blog.

Dialogue com o seu público nas redes

Quem usa o marketing digital para difundir o trabalho como autônomo nas redes precisa dedicar um tempo para responder às dúvidas, críticas, sugestões, elogios e comentários dos consumidores. Os canais possuem essa prerrogativa e é preciso usá-la com sabedoria.

Seja ágil e elegante nas respostas. Sempre que possível, convide o cliente a saber mais sobre determinado tema, oferecendo um link detalhado ou até convidando-o para esclarecer outras dúvidas no seu escritório ou sala. Demonstre disponibilidade e vontade de ajudá-lo no que for possível.

Com o tempo, você perceberá que essa relação de troca nas redes vai ajudar você a oferecer um serviço cada vez mais direcionado para os clientes. Esse relacionamento é fundamental e muito útil para o seu negócio.

Invista em canais mobile

No início desse texto, listamos as estatísticas sobre o uso de smartphones no Brasil. Em virtude desse crescimento, você não pode deixar de oferecer soluções mobile para os seus clientes. Talvez você ainda não se sinta seguro para oferecer uma solução mais robusta como um aplicativo para seu cliente usar no celular. Entretanto, você poderá usar canais mais simples.

Um dos canais mais populares e que podem ser usados no marketing digital para autônomos é o WhatsApp. O uso dessa ferramenta pode ser bem-vindo em atividades como o esclarecimento de dúvidas, agendar um atendimento e até fechar um contrato. Os profissionais já perceberam esse potencial e agora precisam fazer isso de forma mais sistematizada e profissional.

Se você é um preparador físico ou fisioterapeuta, por exemplo, pode comunicar os horários de atendimento que ainda estão disponíveis no mês por meio de uma simples mensagem pelo WhatsApp. Você também pode criar grupos — que tenham regras claras para que não fuja ao propósito do canal — ou criar listas de transmissão, que facilitam a comunicação de pequenos informes à clientela e não expõe os contatos de todos os cadastrados.

Aposte em soluções pagas

Até o tópico anterior, sugerimos algumas soluções que podem ser realizadas até mesmo gratuitamente. Mas é interessante que você saiba que o marketing digital também oferece uma gama de possibilidades que podem ser executadas com pouco ou muito investimento, dependendo das suas condições.

Os anúncios no Google ou Facebook, os posts patrocinados no Instagram são algumas dessas possibilidades. Você pode começar fazendo pequenos investimentos semanais para experimentar e, de acordo com os resultados, você pode ampliar esses aportes.

As plataformas permitem que você faça anúncios direcionados para aquilo que você precisa: aumentar o número de fãs, dar visibilidade a determinado assunto de um post, aumentar as visualizações de um vídeo, entre outros.

A forma de pagamento também pode ser analisada: se por clique em cada post, se por palavras-chave cadastradas, se por tempo de exposição. Analise qual é a melhor para o seu ramo de atividade e aposte nesta alternativa.

Ofereça uma plataforma para transações financeiras

Como autônomos, os profissionais têm uma preocupação real que é a de vender um serviço e garantir o recebimento ao final dele. Muitas vezes esses profissionais focam na realização do serviço e acabam descuidando da parte financeira, tão importante para a continuidade do negócio.

Oferecer uma plataforma digital onde o cliente possa retirar boletos de pagamento, por exemplo, pode facilitar todo esse trâmite e ainda reduzir os índices de inadimplência. Por meio desse mecanismo, também é possível receber relatórios e usar outras funcionalidades que tornam a sua vida e a do cliente mais fácil.

Além disso, essas ferramentas também têm mecanismos como lembretes e notificações que podem evitar esquecimentos e perdas de prazo. Como os profissionais autônomos não tem tempo para se dedicar à cobrança dos serviços, é sempre bom apostar nessas opções automatizadas e práticas.

3. Benefícios do marketing digital

O marketing digital para autônomos têm muitas vantagens, a maior delas é que pode ser iniciado a qualquer momento e sem investimento inicial. Como se pôde perceber, a maior parte dos tópicos sugeridos acima não exigem aportes financeiros de forma imediata. Isso poderá ser feito no decorrer do processo e se o profissional desejar.

Entretanto, é preciso que as estratégias sejam muito bem planejadas e que as ações sejam avaliadas. Afinal, não é porque a proposta não requer tantos investimentos que ela será conduzida de forma amadora. É justamente por isso que se deve redobrar a atenção para verificar se as ações estão fazendo sentido. Para isso, preste atenção em alguns tópicos essenciais!

Planejamento

Para ganhar espaço nesse universo que é a internet, é preciso planejar bem. Pense em quais serão as primeiras ações para inserir o seu negócio no mundo do marketing digital. Você pode, por exemplo, listar três ações prioritárias para o ano: fazer um site oficial, criar um canal no Instagram e usar o WhatsApp como ferramenta para prospecção de clientes.

Para cada objetivo, trace metas específicas e coloque prazos para realizá-las. Lembre-se de que, se você apenas falar que vai fazer um site assim que tiver tempo, por exemplo, não vai funcionar. É preciso descrever cada etapa do processo e inserir uma data de conclusão para cada uma. As metas devem ser claras e factíveis.

Você pode colocar como meta cadastrar pelo menos 500 clientes por mês em sua base de contatos do WhatApp. Outra meta pode ser listar, uma vez por semana, dez assuntos que podem interessar ou despertar o interesse do público para o seu negócio.

Disciplina

Para conseguir cumprir o planejamento, é preciso ter muita disciplina e foco. Lembre-se de que, se você nunca utilizou o marketing digital antes, pode ser que considere os resultados lentos demais ou até que eles não existem. Tenha calma e persistência. Essa é uma área que você terá de conquistar aos poucos, mas não desista no primeiro momento.

Mantenha-se atento para perceber as necessidades dos seus clientes. Veja que plataformas eles estão usando e sobre que conteúdos comentam. Esse feedback pode ajudá-lo a oferecer apenas o que interessa ao público.

Lembre-se que a sua base de dados digital está começando a ser construída. Então aproveite para desenvolver uma relação de confiança, baseada no cuidado e na gentileza. Oferecer uma mensagem no dia no aniversário do cliente é uma delicadeza e uma forma dele se lembrar de você.

Parcerias

É sempre bom poder contar com outros profissionais para nos indicar e essa máxima também vale para o marketing digital. Proponha parcerias com profissionais de outras áreas e peça que eles recomendem o seu trabalho. Isso pode ser feito no meio digital também. Marque as páginas de seus parceiros em suas publicações e mostre o que eles também podem ofertar aos seus clientes.

Você pode, por exemplo, oferecer um serviço que venha acompanhado de algum produto do seu parceiro como brinde. Claro que isso tudo deve ser muito bem alinhado antes para que não haja conflitos de agenda. Mas, com um pouco de organização dá para fazer isso e muito mais para fortalecer parcerias.

O melhor é cultivar essas relações para fortalecer o seu negócio e o dos parceiros. Muitas vezes, o cliente que vai contratar seus serviços de contador também pode precisar de uma assistência jurídica. Então, sempre tenha um bom profissional para indicar pessoalmente e por meio das ferramentas digitais.

Promoções

Essa é uma dúvida muito comum quando os profissionais autônomos começam a investir em marketing digital: eu preciso ficar fazendo promoções o tempo todo? Bem, isso vai depender da natureza dos serviços que você presta, do momento que você está e das suas intenções no universo digital.

É evidente que um profissional que está se lançando no mercado precisa de mais visibilidade do que aquele que já está consolidado. Portanto, a intenção do primeiro pode ser de mostrar que ele faz um trabalho de qualidade e do segundo, informar que ele ainda tem alguns horários disponíveis para atender quem ainda não é seu cliente.

A fotografia é um bom exemplo. Um fotógrafo de casamento que está começando precisa fazer algumas promoções para se lançar no mercado e se tornar mais conhecido. Pode, por exemplo, utilizar cupons de desconto, promoções culturais, descontos por meio de indicações de clientes, entre outras.

Já o profissional consolidado, deve manter o foco em divulgar cada vez mais o seu trabalho por meio das mídias voltadas para as fotos e garantir que o seu nome continue sendo uma referência no meio digital. Os perfis e as necessidades desses dois profissionais são bem diferentes e exigem estratégias específicas.

Referências

O autônomo que deseja apostar no marketing digital precisa manter a atenção no contexto no qual ele está inserido. Como se pode perceber, o tempo na web é muito rápido e o que chegou a ser uma tendência pode deixar de ser em pouquíssimo tempo. Para isso, é sempre bom ter em mente alguns profissionais ou empresas da sua área de atuação que você considera como referência.

É como se fosse uma inspiração para a sua atuação no meio digital. Uma pessoa para você olhar e dizer: eu gostaria que minha estratégia digital funcionasse como a desse fulano. Mas, atenção! Isso não quer dizer que você vai copiar o conteúdo e as alternativas dessa pessoa ou empresa. A autenticidade é algo muito valorizado na internet.

Por isso, tenha boas referências, mas construa um modo próprio de se comunicar com o seu cliente. É importante saber que nem tudo que os outros fazem você deve fazer. É necessário avaliar aquilo que é relevante dentro da sua área de atuação. A internet é muito cheia de modismos. Entretanto, muita coisa não faz sentido e se torna uma chata repetição.

Avalie sempre

Como qualquer estratégia de marketing, a vertente digital também precisa ser avaliada com muita frequência. E as métricas são grandes auxiliares nesse processo de avaliação. Em seu site, podem ser o número de acessos. Nas mídias sociais, podem ser o número de fãs, de posts compartilhados, as informações do perfil dos seus clientes etc. A maior parte das plataformas oferece essas informações gerais de forma gratuita.

Verifique se a estratégia escolhida por você está realmente adequada ao seu público e se este tem apresentado retornos satisfatórios. Se os resultados não forem positivos, não tenha medo de mudar a sua estratégia e estudar a fundo o que pode ser feito para reverter esse quadro. Mas lembre-se, antes de qualquer decisão, é preciso ter um diagnóstico que apronte quais medidas devem ser tomadas.

Às vezes, sua análise vai mostrar que determinado canal não está sendo efetivo para o objetivo proposto. Tenha paciência para buscar alternativas para reverter essa situação. Muitas vezes será possível, outras não. O interessante é que a decisão de aumentar investimentos em determinada ferramenta ou solução e retirar de outra deve ser feita com base em informações bastante concretas.

Voltando lá no início do texto, onde te convidávamos a lembrar das estratégias de divulgação que eram utilizadas há 20 anos, é preciso estar muito atento às mudanças. Afinal, a revolução digital já está aí e, daqui para frente, essas transformações em relação ao marketing digital ficarão cada vez mais frequentes e revolucionárias.

Os profissionais autônomos precisam aprender a se apropriar dessas ferramentas e utilizá-las a seu favor. Para que isso aconteça, é importante sair da zona de conforto que fala sempre assim: “até hoje funcionou bem assim, continuarei trabalhando da mesma forma”. Errado! Os mercados clamam por mudanças, os clientes já mudaram e você também precisa mudar a forma de divulgar o seu trabalho.

Quer conhecer outras ferramentas que podem auxiliar você no dia a dia e deixar a gestão do seu negócio mais simples? Assine a nossa newsletter e receba informação útil e relevante!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.

  • Marcos Paladino

    Olá, você recomenda algum livro sobre trabalho autônomo e marketing (com ênfase no marketing digital)?