Motivação no trabalho: 8 ações para motivar a equipe

motivacao-no-trabalho-8-acoes-para-motivar-a-equipe.jpeg

 

Você precisa acordar e pensa: “ah, só mais cinco minutinhos”. O despertador toca novamente e você estende o cochilo. Quando decide finalmente olhar o relógio, percebe que já passou mais de uma hora. Se isso lhe parece familiar, então está na hora de desenvolver a motivação no trabalho.

Mesmo trabalhando com algo que nos agrada, é quase impossível não ficar entediado com a rotina. Isso pode acontecer com qualquer profissional, de todas as áreas e cargos. Mas o ideal é afastar esse fantasma para longe, não é mesmo?

Neste artigo, você aprenderá 8 ações poderosas para dar aquele gás na sua motivação e na de sua equipe. Confira!

1. Crie empatia por meio do exemplo

Existem líderes que são ótimos na cobrança de tarefas. No entanto, quando o assunto é colocar suas obrigações em ordem, muitos deles acabam pecando mais do que deveriam. Qual a mensagem que vai ficar para a equipe? Você acha que ela seria incentivadora para os profissionais?

As regras existem para todos, mas cabe ao líder mostrar que elas devem ser cumpridas. Ao comprovar isso na prática, garantindo que os horários sejam cumpridos e as atividades concluídas no prazo, o líder se torna mais próximo dos profissionais.

Isso cria empatia — os colaboradores vão se identificar com o gestor — e eleva a certeza de que todos estão no mesmo barco, assumindo juntos o desafio de fazer a empresa progredir.

2. Desenvolva metas claras e que possam ser cumpridas

Um dos principais motivos para a falta de vontade de trabalhar é o não cumprimento das metas estabelecidas. E essa sensação pode provocar um efeito “bola de neve” e trazer ainda mais problemas. Para afastar de vez essa possibilidade, o ideal é elaborar metas objetivas e executáveis. Ou seja: objetivos que você e sua equipe realmente possam conquistar.

Vamos imaginar que sua equipe consiga entregar 2 projetos por mês. Nesse cenário, o objetivo ideal para os 30 dias seguintes é de 3 projetos. Caso o grupo conclua essa meta, basta aumentá-la gradativamente.

Dessa forma, os profissionais ganham mais confiança para se responsabilizar por atividades complexas no futuro.

3. Faça do reconhecimento uma motivação no trabalho

Alguns profissionais que atuam em cargos de liderança têm o péssimo hábito de ignorar o valor da equipe. Afinal, ao atingir um objetivo o grupo não fez mais do que sua obrigação, certo? Nem sempre.

Por exemplo: você está em um mês supercorrido, com mais demandas do que o normal. Para dar conta de tudo, a equipe terá de fazer horas extras. Os profissionais são obrigados a concordar com isso? Não.

O que fará com que eles aceitem essa condição é saber que, quando as coisas melhorarem, eles serão recompensados. E essas recompensas podem ser uma folga durante a semana ou uma bonificação em dinheiro, para citar algumas possibilidades.

Quando você valoriza o empenho e a dedicação de todos na conclusão de uma meta, você destaca o papel e a importância de cada um para a empresa. Dessa maneira, aumenta-se a sensação de “fazer parte de algo” e a motivação para fazer ainda melhor.

4. Promova a integração entre os profissionais

Passamos a maior parte do dia no trabalho. No meio da correria, fica difícil manter contato com todos, não é mesmo? É por isso que, como líder, você deve promover a integração entre os colaboradores.

Para conseguir essa união, você pode aproveitar alguns momentos corriqueiros da empresa, como as reuniões. Ao invés de conversar com diferentes equipes separadamente, você pode fazer um encontro com todas ao mesmo tempo.

Quando você reúne os profissionais em um único espaço, além de reforçar a ideia de que eles são relevantes para a empresa, você desenvolve um canal de comunicação eficiente e produtivo com todos.

5. Dê valor para as ideias dos profissionais

Todo mundo gosta de ser ouvido. Seja entre os amigos ou em casa, saber que o outro valoriza nossas ideias é essencial para nos sentirmos estimulados a melhorar nossas atitudes. O mesmo vale para o ambiente de trabalho. Portanto, faça da valorização profissional uma das regras na sua equipe.

Uma maneira muito utilizada para recolher as ideias dos colaboradores é a criação de uma caixa de sugestões. Além disso, abrir espaços para perguntas e palpites no final das reuniões também é uma tática eficaz.

Outra dica importante: valorize as suas próprias ideias. Às vezes, aquilo que você julga ser irrelevante pode se transformar em algo grandioso.

6. Dê sempre um feedback individual

O feedback geralmente é visto como um momento perigoso para os profissionais. Isso porque a maioria dos líderes usa esse recurso apenas quando algo não sai como o planejado. Só que esse momento pode — e deve — ser aproveitado com mais frequência.

Quando o time atinge um objetivo é importante que haja um feedback individual. Nessa conversa, você pode destacar os pontos fortes do profissional e até sugerir que ele aprimore algumas características para ser ainda mais produtivo.

É por meio dessa aproximação e melhoria constantes que uma equipe alcança os resultados mais incríveis.

7. Comemore as vitórias

Se os momentos ruins contribuem para a autorreflexão, os bons são ótimos para reafirmar a capacidade do grupo. Sendo assim, as vitórias não podem passar despercebidas.

“Então quer dizer que eu tenho que dar uma festa a cada objetivo atingido?”, você deve estar se perguntando. Não exatamente.

A celebração pode ser realizada a cada semestre, por exemplo. Vale desde um almoço com os profissionais até um happy hour. E se você for autônomo, faça o mesmo e se presenteie quando atingir uma meta complicada.

8. Mantenha uma visão otimista

Como líder você tem a missão de criar um ambiente de trabalho perfeito para o sucesso. Por esse motivo, é fundamental que você seja positivo e transmita essa visão otimista para os liderados. Assim, os profissionais terão motivos para acreditar que vão superar os obstáculos e obter os melhores resultados.

Para os que atuam por conta própria, essa mentalidade esperançosa é crucial. Até porque eles assumem sozinhos o compromisso de extrair o máximo da produção. Sendo assim, quanto maior o entusiasmo, maior será o rendimento.

A motivação no trabalho é muito poderosa. A partir do momento que nos empenhamos em construí-la, os resultados aparecem gradativamente. É tão certo quanto dois e dois são quatro. Portanto, desenvolver as ações que citamos neste artigo para a motivação no trabalho, tanto com sua equipe quanto com você mesmo, será o melhor e mais duradouro investimento que você fará.

Gostou do nosso post? Então siga os nossos perfis nas redes sociais para ficar por dentro dos próximos conteúdos. Estamos presentes no Facebook, no Google+ e no LinkedIn!

Gerar boleto

Esteja sempre bem informado sem pagar nada!

Cadastre-se e receba um e-mail semanal com as últimas novidades do blog.